Caminhoneiros são escoltados na fronteira do RS

Equipes de vigilância auxiliam motoristas em Uruguaiana. PRF diz que falta de iluminação no Porto Seco preocupa agentes.

A falta de segurança preocupa caminhoneiros na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Motoristas relatam que têm as cargas roubadas ao passar pelo Porto Seco de Uruguaiana. Para tentar amenizar esse problema, os veículos estão sendo escoltados.

A ação ocorre na entrada e saída do Porto Seco. Equipes de vigilância ficam em pontos estratégicos. "Agora com essa segurança vamos torcer que siga sempre assim, porque daí fica melhor para todo mundo", afirma o caminhoneiro Lucas Salles.

Bráulio dos Santos, também caminhoneiro, relata que os motoristas não ficam seguros quando passam no Porto Seco. "Neste trajeto não se tem segurança, é segurança quase zero. Seguidamente roubam os caminhões, abrem as portas dos caminhões ou roubam caixas das carretas", revela.

O contrato de prestação de serviços com a empresa de vigilância privada é de 90 dias. Até este período, as entidades ligadas ao comércio exterior esperam que as autoridades encontrem  uma solução definitiva para a falta de segurança nas proximidades.

"Na falta do poder público de fazer este trabalho, nós decidimos entre as entidades arcar com o custo da empresa e dar uma segurança ao trabalhador", afirma o presidente do Sindimercosul (Sindicato dos trabalhadores em transportes rodoviários de carga de linhas internacionais do RS), Jorge Frizzo.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) diz que rondas são feitas com frequência, mas que a solução definitiva depende de outros investimentos. "Outra proposta é a iluminação, tem que iluminar. São coisas que todos nós podemos conversar e outras propostas poderão vir, agora simplesmente colocar uma viatura policial lá, a PRF entende que não é justo para os demais 370 quilômetros de rodovia que existe sob nossa circunscrição", afirma o policial Jorge Nunes.

A prefeitura de Uruguaiana informou que o processo licitatório para contratar uma empresa para fazer a instalação dos postes no local está aberto.

Fonte: InteLog - 30/05/2014

NEWSLETTER
Receba as novidades no seu e-mail

UniMercosul :: Todos os direitos reservados